Princípios do Hapkido

Os princípios do hapkido são as bases teóricas dessa arte. A palavra Hapkido contém 3 ideogramas: HAP (합), significa união, harmonia ou equilíbrio, coordenação; KI (기) significa força vital, espírito, energia e DO (도) significa caminho, aprendizado. Hapkido, então, significa o caminho para a união da força e do espírito ou caminho para coordenação da energia. princípios do hapkido não resistência

Essa arte marcial é fundamentada em três princípios básicos: o princípio da não resistência, o princípio da água e o princípio do círculo.

PRINCÍPIO DA NÃO RESISTÊNCIA (“Wa” 화):  Não se deve fazer oposição à força do adversário. Quando se tem força contra força quem vence é sempre o mais forte. Deve-se utilizar a força do adversário contra ele mesmo. A ideia é da harmonia entre corpo, mente, situação ou contexto e a técnica a ser aplicada. Estando em harmonia consigo mesmo é possível entrar em harmonia com o oponente avaliando, assim, a situação e aproveitando a energia liberada pelo adversário preservando a própria.

PRINCÍPIO DA ÁGUA (“Yu” 유): A água é fluida, não confronta os obstáculos, mas sim os contorna mantendo sua forma natural. princípios do hapkido - princípio da águaO princípio da água nos ensina que devemos penetrar na defesa do oponente sendo flexível e se adaptando a qualquer situação.  É necessário ao hapkidoísta que ele tenha clareza e paciência para não se precipitar em ataques ineficazes. 

PRINCÍPIO DO CÍRCULO (“Won” 원): Com o movimento circular se utiliza da força aplicada do atacante. Desvia-se dos ataques através de ações circulares (kompop), assim a energia de um ataque do adversário não atinge diretamente, mas é desviado de forma circular desequilibrando-o e sendo possível utilizar esse movimento contra o próprio agressor. O círculo tem uma movimentação natural e contínua. É o princípio universal, pois representa o retorno ao início do ciclo. princípios do hapkido - princípio do círculoO treinamento do Hapkido não tem um fim. A faixa preta não é o término de uma jornada, mas o reinício do trajeto. O círculo também representa a harmonia dos opostos: positivo e negativo, morte e vida, dia e noite. A ação é sempre dinâmica e nunca estática, o círculo também é a representação dessa dinamicidade.